15 de dezembro

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
28/11/19 às 18h33 - Atualizado em 28/11/19 às 18h36

GDF e voluntários recuperam Parque das Copaíbas

Reserva localizada entre as QLs 26 e 28 deverá ser reaberta para uso público no começo de dezembro

O Governo do Distrito Federal (GDF) trabalha em parceria com a comunidade para a reabertura do Parque Ecológico das Copaíbas, no Lago Sul. Um grupo de 20 voluntários se juntou aos servidores do Brasília Ambiental e da Brigada Florestal no final de semana para terminar a construção da trilha no local.

Servidores do GDF e grupo de voluntários estiveram no parque neste fim de semana | Foto: Brasília Ambiental / Divulgação

O parque, que fica entre as QLs 26 e 28, deverá ser reaberto para uso público no começo de dezembro. A trilha terá cerca de 5 km e dará a volta no parque, que é uma unidade de conservação criada em 1996 para a proteção do meio ambiente. Por isso, terá o acesso controlado para não haver perturbação da fauna e flora do local.

Os voluntários construíram uma ponte de madeira sobre o Córrego das Antas, que deságua no Lago Paranoá. Além disso, roçaram o mato alto demarcando a trilha que poderá ser usada por ciclistas e pedestres. O caminho também terá sinalização, pontos de apoio e locais para contemplação da vegetação com vistas para o Paranoá.

“Quem viu esse parque anos atrás abandonado, invadido e depredado talvez não imaginasse que seria possível resgatá-lo e reabilitá-lo para um futuro de respeito à sua preservação, de respeito à sua fauna, à sua flora, às suas águas e sua imensa beleza natural”, disse um dos voluntários, o engenheiro Jorge Dantas, morador da QI 28. Para ele, o trabalho feito em parceria entre o GDF e a comunidade é “uma grande demonstração de que quando forças do bem se juntam é possível transformar a realidade e produzir coisas úteis e eticamente corretas”.

Comunidade se envolveu na construção de trilha | Foto: Brasília Ambiental / Divulgação

Dantas afirma que fica orgulhoso e esperançoso de que é possível construir juntos um país melhor, mais justo e mais ético. “Reabrir esse parque para uso público protegido é como dar um presente para a população, para que reverencie a natureza local e contemple as suas belezas e a vista magnífica do Lago Paranoá”, ressaltou.

Para o presidente do Brasília Ambiental, Edson Duarte, a entrega da trilha dentro do Parque das Copaíbas é um presente a população local “que é tão atuante”. “São eles que têm nos ajudado na construção dessa trilha. Vale ressaltar que essa ação é a primeira etapa de um conjunto de ações para a implantação do parque”, afirmou.

Na última quinta-feira (21), a poligonal do parque foi publicada no DODF. A unidade de conservação, fechada desde julho de 2018 depois da retirada de invasores que ocupavam a área irregularmente há 30 anos, tem uma área total de 70,6 hectares e perímetro de quase cinco mil metros aproximados.

Fonte: Agência Brasília

Mapa do site Dúvidas frequentes Comunicar erros