25 de maio

GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais GDF - Administrações Regionais
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
11/08/23 às 11h36 - Atualizado em 5/02/24 às 15h35

Saúde inicia estudo para conhecer percepção de moradores do Lago Sul sobre febre maculosa

COMPARTILHAR

O Ministério da Saúde acatou pedido da Secretaria de Saúde do Distrito Federal e iniciou um estudo intitulado “Conhecimentos, Atitudes e Práticas para avaliar a percepção do público que reside, trabalha e frequenta a orla do Lago Paranoá em relação à Febre Maculosa e o ambiente em uma abordagem de Saúde Única”.

O estudo tem como propósito avaliar as informações dos moradores, trabalhadores e frequentadores do Lago Paranoá em relação à febre maculosa e o principal transmissor, o carrapato do gênero Amblyomma. O referido estudo servirá de subsídios para adoção de medidas preventivas, incluindo campanhas de conscientização.

É importante frisar, no entanto, que não existe nenhum caso confirmado de febre maculosa no Distrito Federal. O último suspeito é de 2019 e foi adquirido em outra unidade da Federação.

No primeiro momento, a Secretaria de Saúde convida os moradores do Lago Sul, Lago Norte e Plano Piloto para fazerem parte do estudo, respondendo a um questionário, que pode ser acessado pelo seguinte link.

A participação dos moradores do Lago Sul é fundamental para o êxito do referido estudo e irá contribuir para que a eficácia das medidas preventivas a serem adotados, principalmente no sentido de que o Distrito Federal continue sem nenhum caso de febre maculosa.

Mapa do site Dúvidas frequentes